Diferenças entre os tipos de tintas: saiba como escolher

95 VISUALIZAÇÕES
Construção e Reformas imagem principal blog

Quem já precisou pintar algum cômodo, sabe a quantidade de tipos de tintas disponíveis nas lojas. Nós, muitas vezes, pensamos que a parte mais difícil vai ser a de escolher a cor para pintar cada parede. Contudo, na hora de escolher o tipo da tinta, vemos que é tão difícil quanto.

Existem tipos de tintas específicas para cada aplicação. É bastante importante saber que não existe uma tinta que possa ser utilizada em todas as superfícies. Para garantir a durabilidade da pintura e o acabamento ideal, é essencial saber o tipo adequado para o seu caso. A Chatuba, loja de material de construção, sabe que isso não é fácil. Por isso, elaboramos este artigo com as especificidades dos tipos de tintas mais utilizados.

Veja as diferenças entre os principais tipos de tintas

 

Tintas não solúveis em água

Tinta esmalte

As tintas esmalte têm como base óleo e, por isso, não são solúveis em água. Pelo mesmo motivo, o seu acabamento parece criar uma película sobre a superfície. Elas possuem alto brilho, mas também estão disponíveis em versão fosca. Os valores desse tipo de tinta são pouco mais altos que os demais, por geralmente serem usadas em espaços menores.

A tinta esmalte é perfeita para superfícies de ferro, como janelas, corrimãos e estruturas metálicas. A madeira também é muito pintada com a tinta esmalte por conta de seu fácil manuseio e pela limpeza ser bem simples (já que pode ser lavado), se comparado aos demais tipos.

Tintas epóxi e poliuretano

As tintas epóxi e poliuretano são sintéticas e também não solúveis em água. Esses tipos de tintas, em grande parte das vezes, são diluídos em um solvente específico e possui elementos que auxiliam no processo de pintura. Mas, diferente da anterior, devem ser manuseados por alguém que conheça e seja qualificado para a tarefa de pintura, pois a probabilidade de surgir bolha ou ocorrer um deslocamento de camada é bem grande.

Essas tintas são específicas para áreas molhadas ou inundadas, como piscinas ou caixas d’água. Para áreas internas, os banheiros e cozinhas também aceitam bem esses tipos de tintas e é uma forma de fugir dos tradicionais revestimentos de cerâmica ou azulejos.

Tintas solúveis em água

Látex PVA

A látex PVA é uma das tintas mais utilizadas nos interiores das casas. Isso se dá por conta da facilidade de limpeza, que pode ser feita apenas com um pano úmido sem danificar a superfície. Ela também é ideal para encobrir camadas de tintas antigas.

O Látex tem base solúvel em água e, por isso, facilita a pintura. Pode-se aplicá-la com pincéis ou rolos e, caso a tinta caia em outra superfície por engano, é facilmente retirada com um pano molhado. O tempo de secagem não é muito longo e o cheiro de tinta é um dos menos agressivos.

Acrílica

Essa tinta é bastante parecida com a anterior, diferenciando-se pela resina acrílica presente em sua composição. Essa diferença dá a ela a vantagem de ser impermeável, sendo bastante eficaz para pinturas externas. Por esse mesmo motivo, sua aplicação é bastante parecida com a das tintas de epóxi e poliuretano. Outra diferença entre a acrílica e a de látex é o acabamento; a acrílica é mais brilhante, mas também costuma ser mais cara.

Vale lembrar que na Chatuba Materiais de Construção você pode encontrar grande variedade de tintas e escolher a melhor para a sua reforma.

Links úteis:

materiais de construçãolojas de materiais de construção rjloja material de construção.

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM