Qual a diferença entre torneira e misturador?

89 VISUALIZAÇÕES
Construção e Reformas imagem principal blog

Se você deseja modernizar o banheiro ou a cozinha, com certeza já pensou em trocar as torneiras dos cômodos, certo? Além de serem itens indispensáveis em uma residência, tais objetos também servem para decorar o ambiente. Há diferentes modelos existentes no mercado, mas na hora da compra sempre surge uma dúvida: qual a diferença entre torneira e misturador? Leia o artigo que a Chatuba preparou para você e conheça a resposta para essa pergunta! Confira, a seguir.

Entenda a diferença entre torneira e misturador

Torneira

Você sabe a diferença entre torneira e misturador?

As torneiras do modelo monocomando são aquelas que possuem somente um registro para a liberação do fluxo de água. Possui apenas um manípulo (nome dado à alavanca de abertura) que dispensa a água em uma única temperatura. Além disso, regula também o volume. É ideal para quem conta com orçamento reduzido ou possui ideia de somente ter água fria na cozinha, por exemplo.

Uma diferença entre torneira e misturador é que a primeira necessita apenas de um furo na louça ou na bancada de apoio. Enquanto que, para o segundo, são necessários dois furos para versões de cozinha e três furos para modelos de banheiro.

Atente-se também à altura das torneiras. Objetos muito baixos podem atrapalhar a limpeza de louças maiores e, até mesmo, acarretar em fraturas e quebras. Para cozinhas, o ideal é optar por torneiras que tenham a bica mais alta. Portanto, uma dica valiosa: a distância entre o bico da torneira e do ralo deve ser de, no mínimo, 30 cm.

Nos banheiros, a indicação perfeita é a Torneira Lavatório Banca 1192 da Linha Zeta Cromada da Fabrimar. O produto apresenta design simples e elegante, além de conferir total praticidade ao seu dia a dia. Sua instalação é fácil e não requer mudanças no sistema hidráulico. Por isso, é ideal para quem quer fazer pequenos reparos no lavatório de casa.

Misturador

O misturador é o modelo ideal para quem busca água de diferentes temperaturas em um mesmo dispositivo. O objeto conta com dois registros independentes entre si, que tornam possível acionar água quente e fria. É um modelo de duplo comando que pode ser utilizado de duas formas. A primeira consiste no acionamento das duas temperaturas simultaneamente, que permite ajustes até chegar na combinação ideal. A segunda compreende a dispensa de água nas temperaturas de forma separada.

O funcionamento do misturador requer a instalação de sistema de aquecimento de água, seja elétrico, a gás ou por energia solar. O sistema escolhido deve ser acoplado na base de entrada da água.
Geralmente, a instalação de misturadores pode ser feita na parede ou na bancada da pia. Vale ressaltar que, antes de comprá-lo, é necessário definir previamente o local de fixação do sistema para correta instalação do da água quente e fria.

Uma diferença entre torneira e misturador bem pontual é a quantidade de válvulas em cada um dos itens. Enquanto a torneira apresenta apenas um registro, o misturador apresenta dois.

Conhece a diferença entre torneira e misturador?

A dica da Chatuba é o lindíssimo Misturador Lavatório 1876 da Linha Zeta Cromada da Fabrimar. O produto possui banca com tubo alto com perfil quadrado e acabamento superficial cromado de altíssima qualidade. Apresenta acionamento de ¼ de volta com mecanismo cerâmico de alta performance. Sua válvula é de escoamento universal, ideal para dar um toque de praticidade e elegância ao seu banheiro.

Qual o ideal para mim?

Entenda a diferença entre torneira e misturador

Depois de descobrir a diferença entre torneira e misturador, chegou o momento de saber qual a melhor opção para você. Um dos principais pontos que devem ser observados é sobre o aspecto geral do banheiro ou cozinha. As torneiras monocomandos tendem a se adaptar melhor em ambos os cômodos, e os misturadores são mais comuns nos banheiros (por questão de gosto).

Se você gostou mais dos misturadores, leve em consideração que, provavelmente, você deverá realizar obras na instalação hidráulica por conta do sistema de água quente. Já a instalação da torneira é mais simples, pois não necessita de intervenções nas paredes ou bancadas. Lembre-se também que você deve pensar no consumo de água quente em cada um dos cômodos.

A cozinha é o ambiente que mais demanda utilização de água quente para tornar mais confortável o momento de lavar louça, principalmente durante o inverno. Logo, o ideal é optar por um misturador, que permite aquecer a água que será dispensada.

Já no banheiro, a água quente é mais utilizada durante o banho. Geralmente, o ato de lavar as mãos é feito com água fria. Nesse caso, uma torneira convencional na pia do banheiro é suficiente para executar sua função.

Se você procura por mais informações sobre torneiras e misturadores, fale com um atendentes da Chatuba, a sua loja de material de construção! Nossa equipe é formada por especialistas em materiais de construção para todas as fases de uma obra. Temos certeza que poderemos lhe ajudar a escolher os melhores produtos para banheiros e cozinhas. Portanto, não perca tempo! Visite uma das nossas lojas e conheça mais sobre os nossos produtos.

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM